Volta a Portugal 2019 – Daniel Mestre impõe a sua lei em Castelo Branco

Volta a Portugal 2019 – Daniel Mestre impõe a sua lei em Castelo Branco

A 3.ª etapa desta Volta a Portugal era longa em quilometragem, o calor era muito e amanhã é a subida à Torre, pelo que as equipas com aspirações à classificação geral pouparam energias.

Fotografia: João Fonseca Photographer

A fuga foi feita por Jayde Julius (Protouch) e Guillaume Almeida (BAI Sicasal Petro de Luanda), que chegaram a ter uma vantagem de quase 12 minutos.

A cerca de 40 km’s. do final da etapa a Caja Rural-Seguros RGA e a Amore & Vita-Prodir pegaram na corrida, reduzindo rapidamente a diferença para um tempo controlável. 

Nos últimos dois quilómetros, a W52-FC Porto colocou toda a equipa na frente do pelotão, na tentativa de levar Daniel Mestre ao triunfo, e o alentejano não falhou.

Daniel Mestre foi o mais rápido em Castelo Branco – Fotografia: João Fonseca Photographer

Daniel Mestre foi o mais rápido no final da 3.ª etapa da Volta a Portugal, que terminou ao sprint em Castelo Branco. O português impôs-se ao francês Clément Russo do TEAM ARKEA SAMSIC e ao norueguês August Jensen da Israel Cycling Academy.

A polémica do dia aconteceu antes da etapa. O colégio de comissários considerou que Joni Brandão (Efapel) beneficiou de apoio irregular por parte do carro de apoio, na etapa de ontem, e aplicou-lhe uma penalização de 10 segundos.

Joni Brandão – Efapel

Juntando a isto, o ciclista da Efapel ainda perdeu tempo hoje num “corte”, terminando a etapa na décima posição, a 23 segundos do camisola amarela. 

bikefitting
Publicidade

Gustavo César Veloso continua líder, com 3 segundos de vantagem sobre Mikel Aristi (Euskadi Basque Country-Murias) e 8 relativamente a Daniel Mestre (W52-FC Porto). 

Amanhã será o dia de colocar à prova Gustavo Veloso – Fotografia: João Fonseca Photographer

Vídeo resumo da etapa

A etapa de amanhã é uma das mais aguardadas da Volta a Portugal. O pelotão vai partir da Pampilhosa da Serra e terminar a etapa no mítico alto da Torre, na serra da Estrela.

Perfil da 4.ª etapa da Volta a Portugal 2019

A subida para a meta será feita pela vertente considerada a mais dura, desde a Covilhã, serão 19,7 quilómetros de escalada.

Será um dia de colocar à prova quem realmente pode discutir a classificação geral. Ciclistas como Joni Brandão terão que reduzir a desvantagem que têm para o líder Gustavo Veloso, que até agora parece estar à altura para responder aos ataques. Veremos, amanhã é dia de espectáculo para homens “de barba rija”.

TOP 10 da etapa

TOP da classificação geral após a etapa 3

Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais FacebookInstagramYoutube e Twitter.

Por: Luís Beltrão

Noticias relacionadas

NOVOS sapatos S-Works EXOS EVO – Leveza Todo-o-Terreno

NOVOS sapatos S-Works EXOS EVO – Leveza Todo-o-Terreno

Ciclismo no EUROSPORT para esta semana

Ciclismo no EUROSPORT para esta semana

Os ciclistas portugueses escolhidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Os ciclistas portugueses escolhidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Colnago V3Rs Tdf, a primeira bicicleta oficial do Tour de France

Colnago V3Rs Tdf, a primeira bicicleta oficial do Tour de France

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos