Resumo – última prova da Taça de Portugal de XCM

Resumo – última prova da Taça de Portugal de XCM

Decorreu ontem em Águeda a última prova da Taça de Portugal de Maratona BTT (XCM), na categoria de elite.

Os 85 km’s. em Águeda tinham um desnível acumulado de subida de 2300 D+.

A corrida masculina

O percurso em Águeda tinha 85 quilómetros e a corrida decidiu-se entre os dois melhores da geral.

Desta vez foi Andrew Henriques que conseguiu a vitória , ao fim de 3h.37m.59s., com Renato Ferreira a gastar mais 2 segundos. No terceiro lugar colocou-se Davide Machado (BTT Seia), a 1m03s. 

Andrew Henriques venceu a última prova da Taça de Portugal de XCM.

Apesar de terminar esta corrida no segundo posto, a Taça de Portugal foi para Renato Ferreira, que terminou a competição com 1150 pontos, mais 50 do que Andrew Henriques. David Vaz fechou o pódio da geral, com 910 pontos. 

O pódio final da classificação geral da Taça de Portugal de XCM.
É a segunda vez que Renato Ferreira vence Taça de Portugal de XCM.
Publicidade

A corrida feminina

O percurso feminino tinha 70 quilómetros, onde a mais rápida foi Celina Carpinteiro, terminando a prova com 3h.30m.42s., seguida de Liliana Jesus (BTT Seia) a 11m.40s., e de Flávia Lopes a 15m.34s. da vencedora. 

Celina Carpinteiro venceu a prova em Águeda.

Apesar do seu terceiro lugar na corrida em Águeda, Flávia Lopes foi a mais regular ao longo do ano e venceu a Taça de Portugal, com 1080 pontos, mais 100 do que Celina Carpinteiro e mais 240 do que Liliana Jesus. 

O pódio final da classificação geral feminina da Taça de Portugal de XCM.
Flávia Lopes foi a mais regular e venceu a Taça de Portugal de XCM em 2019.

Vídeo resumo da prova – Federação Portuguesa de Ciclismo.

Categorias master e paracilismo

Os vencedores da Taça em nasters 30 foram Michel Machado (Vasconha BTT Vouzela) e Raquel Marques (AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde). Carlos Rocha (Saertex Portugal/Edaetech) leva a Taça em masters 35, enquanto os vencedores em master 40 foram Nuno Inácio (Trilho Perdido Eventos Cycling) e Ana Gonzalez (Mitto X-Sauce Berria). 

António Marques (BTT Seia) impôs-se na geral de masters 45, em igualdade pontual com João Gomes (BTT Gardunha/Fundão/Create). Carlos Soares (Saertex Portugal/Edaetech) venceu a geral de master 50, Fernando Gonçalves (CTM Vila Pouca/Cepsa Casa Lima Chaves) foi o mais regular em masters 55 e Benjamim Silva imitou-o em masters 60. 

Em paraciclismo saíram vitoriosos Gil Pereira (Batotas/Ponte de Lima), na classe C, e Tiago Craveiro, na classe D. 

Classificações completas aqui.

A prova em Águeda ficou marcada pela tragédia do falecimento de um atleta na prova da categoria promoção.

O atleta não federado sofreu uma paragem cardio-respiratória cerca de 30 quilómetros após o início da prova, tendo ainda sido assistido e transportado para o hospital.

Da nossa parte, as sentidas condolências à família do atleta.

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo.

Fotografia: Câmara Municipal de Águeda

Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais FacebookInstagramYoutube e Twitter.

Noticias relacionadas

Taça do Mundo de XCO – Leogang

Taça do Mundo de XCO – Leogang

NOVOS sapatos S-Works EXOS EVO – Leveza Todo-o-Terreno

NOVOS sapatos S-Works EXOS EVO – Leveza Todo-o-Terreno

Ciclismo no EUROSPORT para esta semana

Ciclismo no EUROSPORT para esta semana

Os ciclistas portugueses escolhidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Os ciclistas portugueses escolhidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos