Nova Specialized Epic HT – Mais simples e arrojada.

Nova Specialized Epic HT – Mais simples e arrojada.

A Specialized lançou uma nova Epic HT, e apesar de só termos visto fotografias por enquanto, diga-se que parece bem melhor que a anterior.

Um novo quadro com ângulo de direcção de 68,5º, mais leve 75 gramas face ao modelo anterior e na nossa opinião, esteticamente mais apelativo e com uma construção mais simples.

Antes de passarmos às características da bicicleta, queria só fazer um pequeno aparte em relação ao quadro anterior da Epic HT, na primeira pessoa, porque é a minha bicicleta.

Recebi o quadro Epic HT de garantia após o meu Stumjumper HT ter rachado e nesse aspecto, por experiência pessoal posso dizer-vos que a Sepcialized não falhou, tendo a factura de compra em meu poder a marca trocou um quadro com 5 anos por um novo, sem complicações.

Acontece que, apesar do Epic HT ser mais leve e teoricamente mas evoluído, na minha opinião era menos bonito e até menos funcional que o Stumpjumper HT. Sobre a parte da beleza não vou desenvolver, cada um tem os seus gostos… 🙂

Quando menciono “menos funcional”, refiro-me ao facto de passar o cabo da mudança traseira por fora do quadro (na zona da escora inferior), pois as impurezas do terreno (pó, lama, água) entram mais facilmente em contacto com as espirais, e o tempo entre manutenções tende a ser mais reduzido.

Epic HT 2017

Surpreendeu-me isso acontecer (o cabo passar por fora na EPIC HT modelo 2017) quando no modelo anterior (Stumpjumper HT) os cabos já estavam integrados dentro do quadro.

Stumjumper HT 2016

A justificação para isso junto da loja era de que isso tinha sido feito para poupar peso no quadro.

Pois bem, isso explica o quão duro os engenheiros da Specialized trabalharam no modelo agora lançado, porque conseguiram fazer um quadro mais leve que o anterior, com cablagem totalmente integrada!

Provavelmente guardaram umas gramas para a altura em que a concorrência lançar um quadro mais leve, porque supostamente com os cabos por fora, este quadro seria ainda mais leve. 🙂

Passemos aos pormenores do novo modelo Epic HT 2019

De acordo com a Specialized, o objetivo para esta nova bicicleta foi cortar no peso.

Os percursos de XC são inegavelmente mais técnicos do que no passado e isso levou a Specialized a fazer uma bicicleta mais capaz em pistas mais difíceis – Através de uma geometria totalmente nova, com um ângulo de direcção de 68,5º, espaço para pneus modernos com maiores volumes e a capacidade de utilizar espigão telescópico.

O novo quadro num tamanho Médio, pintado, pesa apenas 790 gramas. Ou seja, é mais leve 75 gramas que o quadro da anterior.

Apesar de terem aumentado ângulo da direcção para 68,5 graus, a bicicleta ainda necessitava de ser ágil para cortar as curvas mais apertadas, pelo que precisavam que a distância entre eixos se mantivesse apertada e para isso reduziram o “offset” da suspensão dianteira para 42mm.

O espigão de selim passa a ter a medida de 30,9 em vez dos anteriores 27,2mm para poder ter a opção de montagem de espigão telescópico, uma tendência dos dias de hoje e especialmente importante para que uma bicicleta semi-rígida consiga atacar as zonas mais técnicas dos novos percursos de XC.

Seguindo também as tendências da Taça do Mundo, onde os atletas de cross-country estão a usar aros e pneus mais largos com pressões mais baixas que no passado, a Specialized construiu o novo quadro de forma a poder encaixar pneus 2.3” a 2.4”, com bastante folga para lama.

Modelos Epic HT 2019:

Serão 7 os modelos Epic HT completos, bem como uma opção de quadro S-Works.3.

O preço começa nos 2099€ (o modelo Carbon 29) e sobe até aos 9499€ (a versão S-Works SRAM AXS). O quadro S-Works será vendido por 2999€.

Epic HT Comp Carbon 2019
Epic HT S-Works AXS 2019

Como habitual, as Epic Hardtail não terão todas o mesmo quadro, então o que é que os distingue?

Existem dois quadros na gama. Os modelos S-Works apresentam os quadros em carbono FACT 12M (denominação da marca que indica o nível de rigidez), enquanto os modelos Pro, Expert, Comp, e Carbon 29 são construídos com os quadros em carbono FACT 11M. O quadro S-Works é 140 gramas mais leve.

Assim que tivermos oportunidade de a experimentar daremos a nossa opinião sobre o desempenho no terreno.

Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais FacebookInstagramYoutube e Twitter.

Por: Luís Beltrão

Noticias relacionadas

Taça do Mundo de XCO – Leogang

Taça do Mundo de XCO – Leogang

NOVOS sapatos S-Works EXOS EVO – Leveza Todo-o-Terreno

NOVOS sapatos S-Works EXOS EVO – Leveza Todo-o-Terreno

Ciclismo no EUROSPORT para esta semana

Ciclismo no EUROSPORT para esta semana

Os ciclistas portugueses escolhidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Os ciclistas portugueses escolhidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos