Campeonatos do Mundo em Yorkshire – Antevisão

Campeonatos do Mundo em Yorkshire – Antevisão

Passadas as 3 grandes voltas vem aí o último grande evento do ano, os Campeonatos do Mundo. O local é propício a espectáculo e os candidatos também.

Entre 22 e 29 de Setembro serão conhecidos os novos campeões do Mundo das várias categorias, em Yorkshire.

Esta será a quarta vez que a Grã-Bretanha acolhe o Mundial, as estradas ondulantes de Yorkshire e as multidões de fãs colocaram o condado no mapa do ciclismo mundial nos últimos anos.

O percurso é muito ondulante, com curvas técnicas e uma distância que no caso da corrida de elites masculinos é a segunda maior corrida do ano, com uma distância total de 284 quilómetros, só menos 7 que a Milan-San Remo (que é a mais longa).

Candidatos

Os campeonatos do Mundo são sempre corridas diferentes, quando olhamos para os candidatos quase nos esquecemos que não são corridas por equipas, mas sim por selecções.

É claro que há super ciclistas que fazem a diferença com a sua qualidade e astucia, mas mesmo assim é difícil prever um vencedor, tendo em conta que ainda são alguns os que têm essas características.

Olhando para o percurso, a falta de grandes subidas poderia levar-nos a pensar que um sprinter robusto pode ter hipóteses, mas por outro, o ganho de elevação total no final da corrida é elevado o que também pode colocar um escalador entre os favoritos. E os ciclistas de clássicas? Habituados a corridas de um dia, grande quilometragem, elevação misturada com terreno rolante.

Definitivamente não existe um favorito, existem vários.

O nome do momento, aquele em que toda a gente fala e que oferece a maior expectativa é o de Mathieu van der Poel, que simplesmente foi surpreendente durante toda a temporada, em todos os terrenos!

Mathieu van der Poel é um dos mais recentes fenómenos do ciclismo mundial, e já provou que pode juntar o título de estrada aos de Ciclocrosse e Europeu de bicicleta de montanha.

No ciclocrosse (campeão do Mundo), na bicicleta de montanha (campeão da Europa) e na estrada, recentemente venceu o Tour of Britain, mas o que está na memória dos seus adversários é a sua impressionante vitória na Amstel Gold Race.

Apesar de sua inexperiência e juventude já provou ter resistência em larga quilometragem, tem uma ponta final completamente arrasadora e faz parte de uma selecção muito forte.

Peter Sagan encaixa-se perfeitamente nas características do percurso, apesar de um início de temporada decepcionante, voltou quando tinha que voltar, e arrecadou a sua sétima camisola verde no Tour 2019. Por isto e pelo seu passado está entre os principais favoritos, podendo conseguir o seu 4.º campeonato do mundo ( o que seria um recorde ).

Apesar de início de época discreto, Peter Sagan surgiu em forma no Tour de França.

Julian Alaphilippe é o número 1 do ranking UCI e teve mais uma temporada fantástica, que por enquanto culminou na exibição no Tour de França, não esquecendo o início da temporada onde conquistou a Milan-San Remo, Strade Bianche e Fléche Wallonne, a sigla “super ciclista” encaixa perfeitamente nele também.

Julian Alaphilippe está a fazer mais uma época de sonho, que pode culminar num título mundial.

E depois temos a selecção da Bélgica, claramente a equipa mais forte da corrida, senão vejamos alguns, Remco Evenepoel, Oliver Naesen, Dylan Teuns, Greg Van Avermaet , e Philippe Gilbert que apesar da idade fez uma Volta Espanha estupenda, terminando com duas vitórias.

Philippe Gilbert venceu duas etapas na Volta a Espanha e lidera umas das selecções mais fortes na corrida, a Bélgica.

Outros candidatos com vitórias recentes incluem Michael Matthews, Matteo Trentin, ou o campeão de 2018 Alejandro Valverde, que terminou em segundo lugar geral na Volta a Espanha.

A forma com que Valverde se apresentou na Volta a Espanha, faz acreditar em novo triunfo.

Elites Femininos

A prova feminina caracteriza-se por um circuito muito mais curto e menos montanhoso de 149km’s.

Anna van der Breggen é a actual campeã e mais uma vez uma das principais candidatas ao título.

Outra favorita (talvez a principal) é a holandesa Marianne Vos, tri-campeã do mundo, e que está com um registo impressionante de 16 vitórias até agora em 2019.

Os Portugueses

A Equipa Portugal vai competir com 14 corredores no Campeonato do Mundo de Estrada.

O ciclismo nacional terá representantes nas provas masculinas e femininas de elite e de juniores, assim como nas corridas masculinas de sub-23.

Os corredores que representarão Portugal na prova de fundo de elite, no dia 29 de setembro, são Domingos Gonçalves (Caja Rural-Seguros RGA), José Gonçalves (Team Katusha Alpecin), Nelson Oliveira (Movistar Team), Rúben Guerreiro (Team Katusha Alpecin), Rui Costa e Rui Oliveira (UAE Team Emirates).

Rúben Guerreiro é mais uma vez um dos seleccionados, este ano depois de uma excelente Volta a Espanha.

Nelson Oliveira compete também no contra-relógio individual, no dia 25.

Nelson Oliveira continua a perseguir o seu (e o nosso) sonho de ser Campeão do Mundo de contra-relógio.

Nos sub-23, teremos André Carvalho e João Almeida (Hagens Berman Axeon), Emanuel Duarte (LA Alumínios-LA Sport) e Miguel Salgueiro (Sicasal/Constantinos).

João Almeida (Hagens Berman Axeon)

A prova de fundo está marcada para dia 27 e terá 186,9 quilómetros.

Três dias antes, André Carvalho e João Almeida competem também no contra-relógio de 30,3 quilómetros.

Os juniores serão André Domingues (Escola de Ciclismo Bruno Neves) e João Carvalho (Bairrada), que competem na prova de fundo de 148,1 quilómetros a disputar no dia 26.

As representantes femininas são a sub-23 Maria Martins (Sopela Women’s Team), que competirá na prova de fundo de elite ( em Mundiais não há corridas de sub-23 femininas), e a júnior Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ).

Onde ver:

A Eurosport irá transmitir as diferentes provas do Mundial de Yorkshire, estando programada a transmissão integral de todas as corridas com participação da Equipa Portugal.

Agenda de Portugal e transmissões televisivas:


23 de Setembro
10h10-11h45: CR Juniores Femininas: Harrogate – Harrogate, 13,7 km – Eurosport 1

24 de Setembro
10h10-12h30: CR Sub-23: Ripon – Harrogate, 30,3 km – Eurosport 1

25 de Setembro
13h10-15h50: CR Elite Masculina: Northallerton – Harrogate, 54 km – Eurosport 1

26 de Setembro
12h10-15h50: Prova de Fundo Juniores: Richmond – Harrogate, 148,1 km – Eurosport 1

27 de Setembro
8h40-11h20: Prova de Fundo Juniores Femininas: Doncaster – Harrogate, 86 km – Eurosport 1
14h00-19h10: Prova de Fundo Sub-23: Docaster – Harrogate, 186,9 km – Eurosport 1

28 de Setembro
11h40-15h45: Prova de Fundo Elite Feminina: Bradford – Harrogate, 149,4 km – Eurosport 1

29 de Setembro
8h40-15h40: Prova de Fundo Elite Masculina: Leeds – Harrogate, 280 km – Eurosport 1 .

Subscreve a nossa newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do MARRETAMAN.pt. Segue-nos nas várias redes sociais FacebookInstagramYoutube e Twitter.

Noticias relacionadas

NOVOS sapatos S-Works EXOS EVO – Leveza Todo-o-Terreno

NOVOS sapatos S-Works EXOS EVO – Leveza Todo-o-Terreno

Ciclismo no EUROSPORT para esta semana

Ciclismo no EUROSPORT para esta semana

Os ciclistas portugueses escolhidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Os ciclistas portugueses escolhidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Colnago V3Rs Tdf, a primeira bicicleta oficial do Tour de France

Colnago V3Rs Tdf, a primeira bicicleta oficial do Tour de France

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos