Antevisão da Volta ao Algarve 2021

Antevisão da Volta ao Algarve 2021

Começa já amanhã a 47.ª Volta ao Algarve, que estará na estrada entre 5 e 9 de maio, e embora não tenha tantas equipas World Tour como em anos anteriores, contará com um pelotão de alta qualidade. Vão participar 25 equipas, sendo 7 do escalão WorldTeam (em 2020 foram 12), 8 ProTeam e 10 de categoria Continental.

Habitualmente realizada em fevereiro, em 2021 a Volta ao Algarve teve de ser adiada para maio, devido à pandemia de SARS-CoV-2. A lista de vencedores dos últimos 10 anos espelha bem a importância que esta prova tem para as equipas, mostrando um misto de jovens valores que conseguem aqui as suas primeiras vitórias, com ciclistas experientes que preparam os grandes objetivos.

As Equipas

Entre as formações que visitam o Algarve estão as duas melhores do ranking mundial coletivo, a belga Deceuninck-Quick-Step e a britânica Ineos Grenadiers. Também irão participar a número cinco do mundo, a UAE Team Emirates de Rui Costa, Ivo e Rui Oliveira, e a sexta mais bem colocada no ranking, a alemã Bora-hansgrohe.

A Volta ao Algarve é sempre uma oportunidade para as equipas portuguesas medirem forças com coletivos internacionais numa corrida ProSeries. Participam os nove blocos Continentais do país: Antarte-FeirenseAtum General-Tavira-Maria Nova HotelEfapelKelly-Simoldes-UDOLA Alumínios-LA SportLouletano-Loulé ConcelhoRádio Popular-BoavistaTavfer-Measindot-Mortágua e W52-FC Porto.

Em destaque ainda, uma equipa Continental vinda de fora, mas com grande importância para o ciclismo português, a estadunidense Hagens Berman Axeon, que é porta de entrada no ciclismo internacional para muitos dos portugueses que hoje evoluem no WorldTour, como João Almeida, Rúben Guerreiro e os gémeos Ivo e Rui Oliveira. A equipa comandada por Axel Merckx apresenta-se no Algarve com os dois portugueses que tem no plantel de 2021, Diogo Barbosa e Pedro Andrade.

Vencedores nos últimos 10 anos:

2020: Remco Evenepoel
2019: Tadej Pogačar
2018: Michal Kwiatkowski
2017: Primož Roglič
2016: Geraint Thomas
2015: Geraint Thomas
2014: Michal Kwiatkowski
2013: Tony Martin
2012: Richie Porte
2011: Tony Martin

Ano passado

1. Remco Evenepoel (Deceuninck-Quick-Step)
2. Maximilian Schachmann (BORA-hansgrohe)
3. Miguel Ángel López (Astana)
4. Rui Costa (Emirados Árabes Unidos)
5. Tim Wellens (Lotto Soudal)

Remco Evenepoel e a Deceuninck Quick-Step dominaram por completo, o jovem belga assumiu a liderança na etapa da Fóia, a qual venceu. Depois geriu, e na etapa do Alto do Malhão terminou a apenas quatro segundos do vencedor da etapa, Miguel Ángel López. Manteve a camisola de líder até ao contra-relógio, que também venceu ao especialista e favorito Rohan Dennis. Fabio Jakobsen venceu ainda uma etapa ao sprint, pelo que a equipa belga saiu da competição portuguesa com a classificação geral, classificação por pontos, classificação da juventude e 3 etapas no bolso.

Edição de 2021

Etapas

  • 5/05/2021: Lagos – Portimão, 189,5 km – (plano)
  • 6/05/2021: Sagres – Fóia, 192,8 km – (montanha)
  • 7/05/2021: Faro – Tavira, 203,1 km – (plano)
  • 8/05/2021: Lagoa – Lagoa, 20,3 km – (CRI)
  • 9/05/2021: Albufeira – Malhão, 170,1 km – (montanha)

Os favoritos

Rui Costa

O Português ex-campeão do mundo vem pelo segundo ano consecutivo liderar a equipa da UAE Team Emirates, acompanhado pelos também portugueses Ivo e Rui Oliveira.

O ano passado terminou em quarto lugar da geral, numa corrida que teve especialistas de alta montanha como Remco Evenepoel, Maximilian Schachmann, ou Miguel Ángel López. Olhando para a Start-List das equipas este ano, Rui Costa apresenta-se como um dos ciclistas mais fortes e experientes para vencer a classificação geral, parece-nos que tem muitas possibilidades.

Após a queda na volta a Catalunha Rui Costa fez as clássicas das Ardenas e volta a Romandia, onde terminou 13.º da geral, mas deixando já boas indicações em muitas etapas.

Lennard Kamna

O ciclista da Bora-Hansgrohe vem liderar uma equipa que se apresenta praticamente só com ciclistas alemães ( só Martin Laas não é alemão ).

Aos 24 anos Lennard Kamna está a assumir-se cada vez mais como um ciclista a ter em conta nas corridas onde participa. Nesta temporada já mostrou o seu melhor lado na Volta a Catalunha, onde conquistou uma etapa, impedindo infelizmente que a vitória viesse para Portugal, com Ruben Guerreiro que ficou em segundo nesse dia.

Já conhece as estradas algarvias, terminou sétimo da geral em 2020, ano no qual conseguiu vitórias de etapa no Critérium du Dauphiné e no Tour de França. Existe a possibilidade de Kamna conquistar aqui uma classificação geral pela primeira vez na sua carreira profissional.

Elie Gesbert

O jovem franvês Elie Gesbert (Team Arkéa Samsic) vem de um quinto lugar na classificação geral da Volta à comunidade valenciana, corrida onde fez 3.º na etapa rainha. É verdade que não está numa equipa World Tour, mas tem deixado boas indicações esta temporada e nem todas as equipas se apresenta com um lote de ciclistas cujo objetivo é a classificação geral, pelo que pode ficar bem colocado.

Onde ver

A volta ao Algarve irá passar no Eurosport Portugal e CMTV notícias.

Relativamente ao Eurosport, o canal garante a transmissão da última hora e meia de cada etapa, diariamente entre as 16:30h e as 18:00h chegando a milhões de pessoas em todo o mundo. Os canais Eurosport 1 e Eurosport 2 chegam cumulativamente a 242 milhões de subscritores em 75 mercados da Europa, Ásia, África e Médio Oriente. Uma excelente oportunidade para divulgar o espetáculo desportivo do ciclismo nacional bem como mostrar ao Mundo a beleza das paisagens e cidades da região do Algarve. 

Por: Luís Beltrão

Subscreve a newsletter semanal para receberes todas as notícias e conteúdo original do TopCycling.pt. Segue-nos nas várias redes sociais Youtube , Instagram , Twitter , e Facebook.

Noticias relacionadas

Colnago V3Rs Tdf, a primeira bicicleta oficial do Tour de France

Colnago V3Rs Tdf, a primeira bicicleta oficial do Tour de France

Giro de Itália – Resumo final

Giro de Itália – Resumo final

NOVA Canyon Speedmax CFR TT disc para  contrarrelógio

NOVA Canyon Speedmax CFR TT disc para contrarrelógio

Giro de Itália – Resumo etapa 18

Giro de Itália – Resumo etapa 18

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a Newsletter

* Preenchimento necesssário

Escolha a newslwtter que pretende receber:

Categorias de Artigos